facebook twitter PT EN
Monumentos
 Início | O Legado | Castelos | Castelo de Germanelo

História

O Castelo de Germanelo, implantado na coroa de um monte, ocupa uma posição estratégica na defesa e controlo de um dos principais acessos à cidade de Coimbra.

Na realidade, do castelo, a 367 metros de altitude, tem-se um amplo domínio visual sobre o vale do Rabaçal, território que os documentos medievais designam por Ladeia e que, desde os tempos da ocupação romana, constituiu um corredor de circulação natural. Aliás, a linha seguida pela velha estrada romana é ainda hoje perceptível do castelo do Germanelo.

Após a conquista definitiva de Coimbra, em 1064, tornou-se importante garantir o estabelecimento de um sistema de defesa da cidade alicerçado em estruturas castelares, do qual o castelo de Germanelo faria parte. Nesse aro de defesa meridional, verificava-se que a distância excessiva entre os castelos de Penela e Soure, erguidos por D. Sesnando, fragilizava a defesa de Coimbra. A construção deste Castelo é iniciada em 1142. Neste mesmo ano, D. Afonso Henriques, concede carta de foral à comunidade de Germanelo, por forma a atrair população a uma região transfronteiriça e naturalmente mais inóspita.

A conquista de Santarém em 1147 por D. Afonso Henriques desloca a linha de fronteira para o Tejo retirando à fortaleza do Germanelo grande parte da importância estratégica que havia justificado a sua construção, escassos cinco anos antes.

No século XX, as ruínas do castelo foram adquiridas por Salvador Dias Arnaut, professor da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. É da sua iniciativa a reconstrução da linha de muralha voltada a norte coroada por dezassete ameias, decisão tomada após um estudo aprofundado dos testemunhos escritos ainda existentes a que se associou estudos geológicos e arqueológicos.

As escavações arqueológicas conduzidas no local na década de 70, nomeadamente por José Manuel Bairrão Oleiro, permitiram localizar as antigas portas, a cisterna e fundações residenciais localizadas na praça de armas.

Hoje o castelo de Germanelo é gerido pelo Município de Penela, por protocolo de cedência realizado com descendentes do Prof. Doutor Salvador Dias Arnaut.


Caraterização

Pequeno recinto de forma aproximadamente triangular e linhas curvas, o Castelo de Germanelo totaliza 107 metros de perímetro. O troço da muralha N., muito restaurado, apresenta um coroamento de 18 ameias. Dos dois outros troços, sobrevivem apenas ruínas, em geral pouco elevadas acima do nível do solo. Um poço circular e vestígios de alicerces denunciam a existência de construções no pequeno pátio de armas.


Classificação

Em vias de classificação (Homologado como IIP - Imóvel de Interesse Público, Despacho de 29 de maio 2003)


Acesso

Localizado junto à vila do Rabaçal.
Coordenadas:Latitude: 40.02625701498816
Longitude: -8.430498093366623


Informações Úteis

- Edificado sem restrição de acesso.


Linha do Tempo
Turismo do Centro
Coimbra
Figueira Foz
Lousã
Miranda do Corvo
Montemor-o-Velho
Penela
Pombal
Soure
IPN
UC
DRCC
Apoios
W3C   Mapa do Site | Ficha Técnica